noticias

Em ligação, Lula cobra ‘pulso’ de novo ministro da Justiça para controlar Polícia Federal

Em interceptação telefônica captada pela Polícia Federal na Operação Lava Jato, Lula cobra que o subprocurador Eugênio Aragão, nomeado ministro da Justiça por Dilma, "seja homem" e prove que é amigo, num aparente pedido de ajuda para se livrar do juiz federal Sergio Moro. Numa ligação nesta terça (15), o ex-ministro Gilberto Carvalho telefona para Lula falando sobre a nomeação de Aragão.
 
Lula responde, de acordo com a PF, que espera que o futuro ministro da Justiça "tenha pulso", o que foi interpretado pelos policiais como ter força para controlar a PF. Informação revelada nesta quarta (16) pelo canal "Globonews" mostra também que o juiz federal Sergio Moro incluiu no inquérito que tramita em Curitiba uma conversa telefônica entre o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff, no qual ela diz que encaminhará a ele o "termo de posse" de ministro.
 
Dilma diz a Lula que o termo de posse só seria usado "em caso de necessidade". Os investigadores da Lava Jato interpretaram o diálogo como uma tentativa de Dilma de evitar uma eventual prisão de Lula. Se houvesse um mandado do juiz, de acordo com essa interpretação, Lula mostraria o termo de posse como ministro e, em tese ficaria livre da prisão. O juiz Moro não pode mandar prender ministros porque eles detêm foro privilegiado.

About Tv News SAJ

Tecnologia do Blogger.