noticias

Hotel oferecido por Youssef à Justiça em Santa Cruz Cabrália tem focos água parada


Um hotel cedido por Alberto Youssef à Justiça como parte do acordo de delação premiada está abandonado há dois anos na cidade de Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia. Segundo o G1, o imóvel tem entulho acumulado e focos de água parada que facilitam a reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Sob custódia da Justiça, o Web Hotel Príncipe da Enseada também já foi alvo de furtos e pichações desde que deixou de funcionar.
 
Ele tem uma piscina com água parada, além de pneus, lixeiras e vasilhas jogados no terreno. Youssef está preso desde março de 2014 pela Operação Lava Jato por conta do seu envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, agentes visitam o hotel periodicamente para combater a proliferação do mosquito.
 
"Infelizmente muitas pessoas jogam lixo ali e criam ambientes favoráveis à reprodução do mosquito. Ontem, retiramos dois pneus do local. A limpeza, no entanto, não é de responsabilidade dos agentes de endemias, que apenas realizam o tratamento dos focos e dos possíveis focos", disse Paula Aragão, superintendente de vigilância em Saúde de Santa Cruz Cabrália, em entrevista ao G1.

About Tv News SAJ

Tecnologia do Blogger.