Mortes

Seis mortos em duas localidades de Salvador foram baleados por escopeta, diz polícia Civil

A Polícia Civil (PC) informou, em coletiva realizada na tarde desta última quinta-feira (6), que os três irmãos assassinados no bairro do Trobogy e as três pessoas vítimas de homicídio na Via Regional, ambas localidades de Salvador, nesta manhã, foram mortas com tiros de escopeta na cabeça.
 
Contudo, a polícia afirmou que ainda não pode confirmar se os dois casos têm relação. Ainda de acordo com a PC, 12 pessoas foram ouvidas nesta quinta, na sede do Departamento do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), entretanto ainda não há suspeitos de nenhum dos dois crimes.
 
O primeiro caso ocorreu por volta das 9h, em um condomínio do bairro do Trobogy. Três irmãos, dois homens e uma mulher, estavam em um apartamento quando, segundo a polícia, os criminosos entraram pelo fundo do condomínio. O corpo de Patrícia Pereira Reis, de 33 anos, foi encontrado no sofá, enquanto os outros dois irmãos, Henrique de Souza Reis Júnior, de 30 anos, e Tiago Pereira Reis, de 25, estavam no chão.
 
No início da tarde, os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML). Para o perito criminal Fábio André, que foi até o local, as características do crime apontam que os irmãos foram executados. “Pelos tiros, é sinal de execução. Pelo que a gente viu lá. Não levaram nada, pertences, só entraram mesmo para executar os três”, disse Fábio.
 
Durante a coletiva desta tarde, a polícia informou que o crime em Trobogy pode ter relação com o tráfico de drogas. A suspeita foi levantada porque uma das vítimas, Tiago Pereira, já havia sido preso duas vezes por tráfico. “Foi preso em 2011, cumpriu pena. Chegou a informação para nós de que ele estava tentando sair do tráfico", falou o delegado Marcelo Sansão.
 
Em uma coletiva, realizada na tarde desta quinta, na delegacia de homicídios, a polícia informou que o crime pode ter relação com o tráfico de drogas./ a suspeita é porque uma das vítimas, Tiago pereira, já havia sido preso duas vezes por tráfico. Sonora delegado Marcelo Sansão: “Foi preso em 2011, cumpriu pena. Chegou a informação para nós de que ele estava tentando sair do tráfico.
 
Os assassinatos na Via Regional ocorreram alguns minutos após o crime do Trobogy. As vítimas foram identificadas como Necival da Silva Paixão, de 29 anos, e Jessival da Silva Paixão, de 26, que também eram irmãos. Além dos dois, Eliab Batista dos Santos, de 34 anos, que já havia sido preso por furto de cobre, em 2014, também foi morto.

About Tv News SAJ

Tecnologia do Blogger.